Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dream Big City

Dream Big City

18 de Fevereiro, 2022

Book Review: O Príncipe Cruel de Holly Black

CatiDreamer

 

9.png

 

Saudações Booklovers de Dream Big City!
Vamos a mais um Review da minha categoria favorita do momento, aqui no nosso blog! Hoje trago a minha opinião sobre "O PRÍNCIPE CRUEL" de Holly Black. Mas antes disso, vamos saber do que se trata esta história.
A história começa dez anos depois, desde que Jude e as irmãs foram raptadas pelo assassino dos seus pais, Madoc, e levadas para Faerie, O Reino das Fadas. Jude ( a personagem mais transformadora do livro, na minha opinião ) sente um verdadeiro fascínio pela beleza destes seres mágicos e imortais, mesmo sabendo que também são maléficos e impiedosos. Contudo, esta continua a sonhar em pertencer aquele mundo encantado, e fazer parte da Corte, como cavaleira.
Porém o povo das fadas despreza mortais e, para realizar o seu sonho, Jude tem de arriscar a sua mortalidade e desafiar o príncipe Cardan, o filho mais novo e mais cruel do Rei Altíssimo. O príncipe odeia a Jude, (e ela odeia-o o mais que consegue) , e tudo fará para se ver livre dela. ( Temos cenas revoltantes nesta trama, por isso preparem os vossos corações palpitantes )
É então que Jude acaba por se envolver nas intrigas da Corte e em atividades de espionagem no palácio, acabando por descobrir o seu próprio talento para derramar sangue. E quando o seu sonho está prestes a tornar-se realidade, o destino de Faerie fica por um fio, obrigando Jude a fazer uma inesperada e perigosa aliança para salvar as irmãs e o reino que tanto a rejeita.
" As fadas não são de confiança, mesmo quando dizem a verdade…" , fixem isto e entenderão o porquê desta frase durante a aventura literária.
Bom, chegou a hora de opinar sobre o nosso livro de hoje, e começo por esta exclamação, AGUENTA CORAÇÃO!..... Respirei fundo, vamos seguir. "O Príncipe Cruel " é uma explosão de cabeça, desde quando começam a ler. Primeiro o assassinato dos pais da Jude, Taryn e Vivienne (Vivi) que é logo para abrir a boca de espanto, pela negativa, depois saber como foram os primeiros anos em Faerie, as atitudes de Cardan, e mais não digo, para vos deixar saborear a acidez da surpresa, após surpresa.
É um livro grande, mas não se assustem pelo tamanho, a linguagem é simples, mesmo para vocês poderem correr linha após linha, sem precisar de recuperar o fôlego. Os cenários da história estão perfeitamente descritos, é muito fácil de nos colocarmos lá dentro, as sensações visuais, auditivas, de toque e do palato vão transporta-vos rapidamente para a pele destes personagens e claro, as situações que vão acontecendo, conseguem despertar a fúria, a revolta, a misericórdia e o amor por cada um. Não quero alongar-me muito, pois quero mesmo e anseio que sintam as mesmas emoções que eu, aliás, vou aproveitar para agradecer à minha família por me terem presenteado com este tesouro, ou maçã envenenada, no Natal que passou, foi mais um dos meus livros favoritos que vai ocupar a minha estante.
O nosso post fica por aqui. Espero muito que tenham gostado e que, acima de tudo, vos tenha incentivado a adquirirem este livro. Podem encontrá-lo nas lojas Fnac, Wook, Bertrand, Note (são as que conheço, se conhecerem mais, partilhem nos comentários por favor).

Até breve!

Basta acreditar.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.